Caos na segurança – Velho Trovão Azul como cela

Penitenciaristas na Segurança Pública

AP Mario Mercio

Agente Penitenciário Mário Mércio

29  novembro 2016  –  mario.mercio@gmail.com

Veja todas as colunas do Agente Penit Mário Mércio

No desespero o secretário da Segurança Pública (SSP), Cezar Schirmer, confirmou a utilização de um ônibus desativado como alternativa à detenção de presos que aguardam vagas no sistema prisional.

O Trovão Azul, assim apelidado pelos agentes penitenciários de décadas passadas, como é conhecido, tem capacidade para abrigar aproximadamente 30 detentos e era utilizado pela Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) para transportá-los.

Diferente do micro-ônibus da Brigada Militar, depredado sábado no Palácio da Polícia por seis detentos, possui grades no seu interior e está em deslocamento de Uruguaiana, na Fronteira Oeste, para Porto Alegre, onde deve chegar nas próximas horas.

29  novembro 2016  –  mario.mercio@gmail.com

Veja todas as colunas do Agente Penit Mário Mércio

mercio4

PEJ intercepta a entrada de 25 celulares e duas baterias em 9/11

Penitenciaristas na Segurança Pública

AP Mario Mercio

Agente Penitenciário Mário Mércio

11  novembro 2016  –  mario.mercio@gmail.com

Veja todas as colunas do Agente Penit Mário Mércio

A PEJ  intensificou a revista, para coibir entrada de ilícitos, naquela casa prisional. E no dia 09/11, durante o horário da visita, os resultados das medidas administrativas mostraram a eficácia. Tentaram colocar dento do PEJ, celulares escondidos em aparelhos de TVs modernos, totalizando 25 aparelhos e duas baterias

O sinal do scanner soou intensivamente durante inspeção de materiais destinados aos apenados, no pejúltimo dia 9, na Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ).

Cinco aparelhos de televisão escondiam 25 celulares e duas baterias, todos colados na tela dos equipamentos, e com visitantes diferentes. Mesmo abrindo os aparelhos manualmente, seria difícil encontrar os celulares, disse um soldado da Brigada Militar. “O esconderijo foi feito pelas mãos de um profissional, possivelmente”.

Os responsáveis pelos equipamentos serão submetidos às sanções administrativas, com suspensão de visitas por um determinado prazo e terão anotação em seus prontuários para possíveis comunicações ao juízo quando solicitadas.

11  novembro 2016  –  mario.mercio@gmail.com

Veja todas as colunas do Agente Penit Mário Mércio

mercio4

Vira-latas?

Penitenciaristas na Segurança Pública

AP Mario Mercio

Agente Penitenciário Mário Mércio

07  novembro 2016  –  mario.mercio@gmail.com

Veja todas as colunas do Agente Penit Mário Mércio

O ESCRITOR Nelson Rodrigues já falou nisso. Disse que temos complexo de vira-lata? Será?

o-complexo-de-vira-latas-2-iMas se pensarmos um pouco veremos que é impressionante o talento que temos para reduzir a nada nossos valores, nossas conquistas, até os bons que temos.

Somos medíocres por opção, gente de segunda classe. Se não somos, é outra coisa, mas que parece parece…Ou não? Estou errado?

Mudamos termos tradicionalmente nossos por termos americanizados.

Adoramos comparar a cultura americana com a nossa, sempre, é claro, depreciando a nossa.

Também não é só a cultura americana não, é a chinesa, a japonesa, inglesa, francesa, espanhola, italiana, etc etc. E ficamos assim babacas dos babacas. Isso é feio, não é patriota.

Ora, eles são eles, possuem seu “modus vivendi” e nos possuímos o nosso.

Porque não falamos que aqui não há assassinatos de loucos atiradores, terrorismos, vulcão, terremoto, tsunami, por que? Ou isso não é importante? Claro que é.

Aqui somos um paraíso, se pensarmos bem. Depende apenas de alguns ajustes.

Aqui não temos “Bin Laden”, nem Donald Trump, nem pena de morte, nem prisão perpétua, nem comemos cachorrinhos em restaurantes, aqui não cola essa moda ai, tudo tem limite. Alguns crimes bárbaros movidos por bandidos, isso tem em todo lugar. Nada assim, tão imprevisível.

O mundo vai ser sempre assim, bom lá, melhor aqui. Se precisar se especializar, souber línguas vá para lá, se quiser descansar em praias paradisíacas , ou aprender futebol, venham para cá.

Isso é o normal das coisas, o resto é fofoca. Vira-latas são os marginais, nós somos só latas cheias de surpresas agradáveis, eles que as virem…E o Nelson Rodrigues que descanse em paz, ele não era  “o cara”!

07  novembro 2016  –  mario.mercio@gmail.com

Veja todas as colunas do Agente Penit Mário Mércio

mercio4