IPERGS

IPERGS

 

Um órgão que se arrasta na penúria através dos tempos.

 

Há 50 anos contribuo com o IPERGS. Tinham até financiamento de MORADIA ao funcionalismo. Davam FIANÇA de aluguel para funcionários públicos. Davam emprestimo para tratamento dentário.

 

Os médicos até há 10 anos cobravam só pela 1ª. consulta a segunda na entrega dos exames não era cobrada.

 

Logo estipularam um prazo de 10 dias para a 2ª. consulta não ser cobrada.

 

Depois não estipularam mais nada e cobram direto a 2ª. consulta, que na verdade é a que vai defini-la, já que o paciente estará com seus exames laboratoriais.

 

As consultas eram marcadas  no tempo de 1 a até sete dias. Hoje não são menor que 30 dias, quando não 60 ou 90 dias.

 

No Hospital Ernesto Dorneles não cobravam anestesia. Hoje cobram direto e depois o Ipe devolve uns 70% ou menos e ainda demora de 30 a 90 dias.

 

Os médicos, por sua vez, alegam não terem aumento do valor das consultas. Ora se nos cobravam pela 1ª consulta com a 2a tiveram 100% de aumento, para o IPE e para o associado..

 

E o coitado do funcionalismo paga antecipado, descontado de seu  salário todo mês.

 

O Ottomar Vivian foi um grande Presidente. Conhecedor profundo do IPERGS como ninguém é por décadas. Se ele não RESOLVE, ninguém mais resolverá…

 

Ainda bem que o desconto  pode ser cancelado e podemos optar por outra ASSISTÊNCIA. Se continuar assim, que venham PROPOSTAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *